terça-feira, setembro 26, 2006

22 setembro em Leiria


Espero que esta história não sofra qualquer tipo de sensura por parte dos envolvidos, um americano que é marine "david", um marroquino " vicente", um russo " historiador", dois primos portugueses " Gabi, Lippy", por mais estranho que possa parecer todos com ligações familiares. O último elemento é um amigo da familia "amoretto".

A história começa no famoso restaurante "Salvador", um sitio conhecido como local de encontro da mais poderosa mafia internacional.

Depois de pedir o menú, Amorim tenta traduzir a ementa ao amigo marine dizendo..."Glu, Glu,Glu", como é óbvio um sinal para o ataque que se iria fazer.

Depois uma conversa estranha entre o russo e o marine, sobre castelos, reis, guerras, acontecimentos, pareciam estar a planear um ataque.

Foi quando de repente o gabriel começa a falar em Gás, poderoso instrumento para a realização de atentados, durante cerca de 15m a conversa foi sobre "Gás", em que se falou em bicos, deve ser também um código secreto.

O passo que se seguiu foi quando o marroquino, foi falar com três atraentes senhoras, por certo espiãs, que não quiseram transmitir qualquer tipo de informação.

Depois de acabado o jantar seguiram-se as contas em que os americanos disseram que 7 milhões de dollars era pouco dinheiro, dizendo que só fariam o trabalho por 150 milhões de dollars, mas depois de lippy dizer que 7 milhoes era o normal chegou-se a acordo.

Depois de sair do restaurante, os companheiros seguiram para o reconhecido paul´s bar, onde deviam de se ter juntado ao grupo, " buck", elemento da giade e "Zé", padrinho da mafia, mas por receio estes dois elementos faltaram. Mas o ataque continuou sem eles.

Foi então que o grupo conbinou se encontrar no bar marroquino 10 minutos mais tarde para planear o ataque.

Pelo caminho apareceu um suiço "Bruno", e a sua bela irmã " Nadia", que ajudaram na planificação de todos os acontecimentos.

Depois de Bruno e Nadia irem embora, russo e marroquino discutem por causa de Nadia, o plano quase foi por agua abaixo por causa desta violenta situação.

Quando os animos acalmaram, o gang foi para o local do atentado, o reconhecido bar "Farmacia" onde Bush e seus aliados se juntam.

Ja no interior do bar, depois de algumas bebidas para acalmar, o marine agarra numa bomba e dizendo "fuck off" para o bush faz explodir o bar, acabando assim o atentado.

Aqui está a verdadeira história sobre o 22 de Setembro de 2006, em Leiria.







12 Comentários:

Às terça-feira, setembro 26, 2006 7:13:00 da tarde , Blogger Amoretto disse...

bem sacada a combinação de ideias...;)

 
Às quinta-feira, setembro 28, 2006 7:51:00 da tarde , Anonymous off disse...

cuidado com a "sensura" e com as "espiãs" .....

 
Às quinta-feira, setembro 28, 2006 9:43:00 da tarde , Blogger Gabriel disse...

Só é pena não ter sido em inglês... ai primo primo:)

 
Às sexta-feira, setembro 29, 2006 6:37:00 da tarde , Blogger henrique disse...

Primo eu sou português, só escrevo em inglês ou falo quando não existe outra alternativa...

 
Às sexta-feira, setembro 29, 2006 6:43:00 da tarde , Blogger henrique disse...

Quanto à "Sensura" tenho pena...foi uma sucessão de ideias, em que é normal aparecerem erros...Quanto às "espiãs" até posso oferecer um dicionário...Significa espias, feminino de espião. Beijos

 
Às segunda-feira, outubro 02, 2006 1:50:00 da tarde , Anonymous Russo disse...

Tem piada... mas... porque é que raio tive que ser eu a discutir com o marroquino quase arruinando o plano? Eu só disse que a Nádia era gira.

 
Às segunda-feira, outubro 02, 2006 1:57:00 da tarde , Anonymous Russo disse...

E vamos por isto em pratos limpos, a minha personagem parece ter pouca importância neste texto. Se o atentado desse para o torto quem é que passaria a decidir a estratégia de guerra? Pois é, vocês não virão, mas eu durante o jantar posicionei logo o Marine no campo de batalha.

 
Às segunda-feira, outubro 02, 2006 4:02:00 da tarde , Blogger henrique disse...

A tua personagem tem muita importância no texto...faz parte do triller amoroso do texto, que é sempre a parte mas interessante...tens a certeza que disseste que a Nadia era apenas gira?

 
Às terça-feira, outubro 03, 2006 5:56:00 da manhã , Anonymous Russo disse...

Que eu me lembre, axo que sim. Mas se a minha memória me está a tramar, lança-lhe um pouco de palavras para ver se eu me lembro de alguma coisa que está para aí perdida pelo cérebro. :)

 
Às quarta-feira, outubro 04, 2006 4:49:00 da tarde , Blogger Gabriel disse...

HOUVE um momento em que me pediste para abastecer o carro...

 
Às sábado, outubro 07, 2006 1:37:00 da manhã , Blogger Amoretto disse...

russo e ofereceste a antena ao ze duarte que por acaso já era do seu proprio carro.. que estava estacionado à porta de casa...

 
Às sábado, outubro 07, 2006 12:16:00 da tarde , Blogger Gabriel disse...

O quê?! oferecer uma antena ao zé...? mau... não me lembro:)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial