segunda-feira, agosto 28, 2006

Noite Marciana... sei lá!!

É que é assim meus amigos Há determinadas coisas que não podem ser ditas. E é que é mesmo assim. Porque um gajo tá ali e tal, ah tas bom. Ah não sei quªe. Nisto aparece o marciano com o seu ar descontraído e não sei quê tou com sede. Ora bem… isto em dias, nomeaamente, de festa é daquelas expressões que se usam. Então pronto…
Mas é que há pior!!! Tava eu a socializar com o meu copo a falar-lhe dumas coisas… nisto aparece certa pessoa que não sei. E diz-me assim de mão esticada tipo porco no espeto. Ah, oh rapaz… és o irmão do presidente? Eu sou a relações públicas. E Eu pressionado pela situação e pela música respondo… (para além da expressão social que não vou aqui divulgar)… mas quê, mesmo públicas?? Ou… privadas? Epah,… nisto gera-se um ambiente bipessoal que não sei muito bem porquê… depois aparece no meio do escuro o nitas que em unidade de tempo alcoolizada já não o via há umas 3 horas… e meia vá lá… não mais. E vem ter comigo e encantado com a situacion diz-me. “ah, oh Gabriel (quando tá bêbedo é assim que me trata), tive ali a falar com o gregório… vamos beber mais um? Quando reparo que ele trazia couve de francesinha nos dentes nem hesitei… deixei as relações públicas e fui lá… pra não deixar arrefecer o estômago ao rapaz e pra ele limpar os dentes.
Nomeadamente ali pelo meio das situações festeiras foram-se passando uma coisas.. enfim, Irão Costedo só sabe quem viu.
E o café do Cardoso??? Bem… não vale de muito comentar o que nos aquece a tripa.
Nisto chego a casa e quando vou à casa-de-banho quem é que eu encontro? O Gregório… fui levá-lo a casa, de camião. Mas isto já foi em casa.
Às 7 da manhã ainda tinha a luz acesa e a besnaga também.
Ninguém tava ao meu lado a falar comigo e então decidi fazer uma loucura… ou duas. Uma delas foi fazer um novo documento, do Word.

Bem… se vocês a vissem a puxar por ele. Sempre a fundo. E eu a querer queimar tempo!!
Ah, nisto o Russo andava fugido… mas não se aguentou com determinada e certa coisa que lhe causou tremelique no nervo. Mas o Cristiano tava atento ao ambiente apesar da música e perguntou-lhe se estava tudo bem.
Bem… tenho de ir ver se o presidente muda de 10 pra 20 garrafões porque é um pedido especial que tenho de satisfazer. Depois disso acho que já fiz tudo o que queria na minha vida.
Mas nem vos digo… ok, eu disse no no no no don`t lie… e há quem saiba do que falo.
Mas pra quem não sabe quando aquelas pessoas chegaram eu ainda fiquei mais um bocado. Foi quando me lembrei que andava com um pólo do russo. Quando o encontrar a ver se lho entrego… porque tem a manga direita suja… o que é desagradável.
Mas quando eu vir o João pergunto-lhe se não lhe doem as pernas, o garoto parecia que tinha fogo!! Sabia lá ele que os outros andavam por lá com mangueiras à volta dele.
AH!!! Um pormenor… a tal certa e determinada pessoa de RP tinha umas peles castiças.
Quero prometer que não faço o mesmo… mas hoje vem cá a AGATA… e ainda por cima vai vestir-se no meu carro!
O Gregório depois tava na casa-de-banho a chamar-me e eu fui lá dar-lhe dois dedos de conversa.
O outro falou com o Gregório no meio das flores da casa do padre… é nutritivo pras flores diz ele. E o nitas plos dentes também foi.. daí a couve.
Bem… à Fonte da Saúde!!! Até logo.. e chega.


E digo só mais uma coisa…. Há muitos dias em que meia dose chega perfeitamente… e ontem também chegava. Disse-me o Gregório no camião.
E mais!!! Posso não ter visto Marte a olho nú que já só posso ver agora em 2283, ou 7. Mas pronto… eu tava à espera que o Cristiano me servisse e quando me virei pró lado vi “o” marciono… e ainda bebi um copo com ele. Ah não! Quis pedir um copo pra cada um mas o Zé só serviu um, não sei porquê. E dei-o ao Marciono. E ele ainda me quis dar um bocado de vinho mas acho que ficou no pólo do russo… vou lavá-lo com vinagre e caroços de azeitona e depois dou-lho.
No entanto ainda houve uma troca de filmes… muitos foram até Coimbra e outros dois acho que os tenho no carro. Em DVD… regravável.
Mas eu tenho um feitio… há quem o diga e há quem o saiba. E pelo que ela disse ao outro… eu tenho um feitio e pronto. E só dá vontade de rir porque os carros do golf têm marcha-trás e eu não a consegui meter… e então abrandei e fiz uma pausa.
E foi mesmo assim… o meu primo ainda me quis ajudar mas depois havia mais gente à espera e o marquito já tava chateado.
Ainda tentei marcar golo! Mas a bola tava grande e acertei na barraca da outra.
Conclusão… foram 50cêntimos pró caraças… e tive de emprestar a minha sapatilha ao inquilino pra ele dar show. Mai nada. Foi a direita… tá registado.
Agora vou fazer uma coisa que vai tornar assim isto imortal. Loucura. Vou salvar o documento em formato qualquer coisa ponto XPTO numa pasta que eu cá sei e a minha Julieta também.

A certa altura vi uma luz por dentro das minhas calças... ainda pensei que tinha o escroto aceso, mas não.. era uma mensagem no telemóvel.
À fonte da saúde!!

6 Comentários:

Às segunda-feira, agosto 28, 2006 7:20:00 da tarde , Blogger Amoretto disse...

"A certa altura vi uma luz por dentro das minhas calças... ainda pensei que tinha o escroto aceso, mas não.. era uma mensagem no telemóvel"

"...disse-me o gregório no camião...!

Tá lindo!! o alcool é de facto uma fonte de saúde e criatividade!!...

 
Às segunda-feira, agosto 28, 2006 7:59:00 da tarde , Blogger JDF disse...

E a fadista pah?

 
Às segunda-feira, agosto 28, 2006 8:01:00 da tarde , Blogger Gabriel disse...

oh,.... "pouco boa" :)

 
Às quinta-feira, setembro 07, 2006 11:20:00 da manhã , Anonymous Nitas disse...

Face ao exposto há que tecer certas e determinadas críticas a bem da verdade.
Tudo o que se diz a meu respeito são calúnias (pelo que me lembro, que não por aí além):
Ponto 1: Na noite que tocou o Bicho eu nem sequer vi o Sr. Gregório quanto mais falar com ele. (Sábado é outra conversa)
Ponto 2: O único fluido que verti sobre as flores do Pároco ía quentinho e certamente não lhes deve dar grande saúde.
Ponto 3: A dilatação do espaço-tempo, conhecida propriedade conhecida do etanol, não é da minha responsabilidade.

Adicionalmente posso dar grátis(mesmo que queiras pagar não podes) um esclarecimento sobre a coloração encarnada na manga do polo do russo, e também, em vastas extensões no meu. De facto o Daniel estava a voar baixinho de tanto álcool e eis que decide juntar-se-nos nas cadeiras de esplanada que lá estavam com o seu respectivo copo na mão, mas devia a alguma contingência atrasou a sua vinda não se coibindo no entanto de fazer com que o seu copo se juntá-se de imediato a nós sob a agradável forma de um bonito voo que a todos nos aconchegou...

 
Às quinta-feira, setembro 07, 2006 11:37:00 da manhã , Blogger Gabriel disse...

Não me lembro de tal sucedido... :)
Quando às tuas defesas... problema teu:)
Porque tu viste ter comigo e disseste que tinhas ido falar com o Gregório... talvez o teu Gregório seja outro que não o meu:)
Mas... foi uma noite potente. E quanto ao Daniel... aquele rapaz até beijou o chão do adro, por isso escusam-se mais comentários à sua personalidade jurídica.

 
Às sexta-feira, setembro 22, 2006 8:39:00 da tarde , Anonymous Russo disse...

Poix é... e com isto tudo quem sofreu foi o "polo do russo", ou seja o meu polo. o feitio é um problema que certamente tem resolução, enfim vá-se lá saber porque a outra não gosta do feitio, mas enfim. Por motivos alheios ao meu sistema, naquela noite estava algo para o perdido, sim... sim... o bicho esteve em palco, eu é que não me lembro de o ter visto, o único bicho que vi nessa noite foi a cabra que acompanhava o Daniel, formoso bicho, tão belo. Mas tenho que tirar a limpo a História dos dois dvd's que estavam no carro, pois são eles meus e originais, vamos lá por os pontos nos i'ss porque isso de andar a fazer acusações às autoridades que eu sou um pirata.. tem que acabar, e tal e tal e bolas de Natal, e depois dizem que é do feitio...
Mas olha que o café do cardoso era mesmo bom,(era como a relações públicas).

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial