segunda-feira, agosto 07, 2006

Tentem perceber a minha vida....

É preciso perceber que eu não tenho nada contra o homem, aliás sempre tive uma boa relação com ele, e ele sempre teve disponível para me ajudar, (apesar de eu nunca ter precisado da ajuda dele para nada....), no entanto quando na semana passada o meu irmão (este sim o filho do meu pai e da minha mãe), mandou-me uma sms a pedir para entregar ao homem os cartões e as chaves, (não perguntem o que é, porque senão não saimos daqui) fiquei com uma ligeira azia no escroto e não no estômago.... Mas correu tudo bem, e até antes fui tomar café ao "Pires" e o meu pai tava lá e pagou-me o café.... Encontrei o Nini e o Bruno que estavam porreiros como sempre, e tivemos lá na treta a falar sobre aquelas cenas pré-gravadas no nosso cortex cerebral, que se diz sempre quando se está fora muito tempo, ("Então tás bom?; Tás de férias?; Quando chegaste?; Quando vais embora?;)

Tinha o clio estacionado do outro lado da estrada, (onde tinhamos uma altura assado um franguinho ás duas da manhã que o márcio tinha ido buscar a casa, e depois de o comer, vestimos os coletes refletores para dar estrilho aos carros que passavam, principalmente os espanhóis).

Quero também dedicar um parágrafo aos meus queridos amigos, os espanhóis, principalmente os gasolineiros, que tão boa e barata gasolina nos fornecem, sempre com boa disposição e com um sorriso nas faces rosadas do vinho, (português, pois claro) que eles tanto gostam.... É que isto de andar para trás e para a frente de clio, de r5, ou de corsa (pa ir a soajo carregar o telemóvel) sai caro, e ainda por cima um gajo como eu, que tem um carro que bebe mais do que o próprio dono. Também uma palavra de especial carinho para a bófia espanhola por fechar os olhos quando nós vamos buscar bidões de gasolina, e enchemos a mala de bidões de gota para trazer para cá e ir queimar para o monte nos nossos bólides insaciáveis que debitam meia dúzia de cavalos pelo carburador quase entupido pelo lixo que fica no fim do depósito, que se acumula nos filtros, fruto do estado de reserva em que o depósito anda quase sempre....

Fui ao sogro (do Amorim) mudar o óleo ao clio, mas sobre isso não vale a pena contar, pois o meu caro colega já fez o favor de o fazer, no entanto, não quero deixar de referenciar o apreço que sinto pelo sogro. Adiante... Queria ainda deixar uma pequena sugestão ao Sr. Fernando (do café): Sr. Fernando, os seus hamburgueres são fixes, mas pelo amor de Deus, não torre o pão... Obrigado.

Ainda estou confuso em relação ao que sinto por ela, mas de uma coisa tenho a certeza, já não consigo viver sem ela! Estou pois claro a falar da "MINI", seja ela Sagres ou Super Bock, escorrega pelas cordas vocais, como nenhum outro liquído, e nem dá tempo para a p*uta aquecer, (este "p*ta, é no sentido carinhoso, e apreciativo). Só existem uma bebida que a supera, o "fininho" do clube. Seja ele tirado por quem fôr, não há pai.... Dizem que é da máquina, que por ser antiga dá aquele sabor especial e diferente, e eu acredito, até me podiam dizer que aquilo era mijo de caracol que eu bebia....

Ontem fui dar um mergulhinho à pescina, (isto não é um erro ortográfico, porque na minha terra existe "a pescina" e não "uma piscina") e soube-me pela vida apesar de ter saido de lá todo roto, e com a menina dos olhos toda embriagada pelos produtos químicos deitados na àgua, mas valeu a pena, nem que fosse para tirar o lixo dos pés.

A festa de Lindoso este ano foi uma treta, não que eu seja apreciador dela, mas porque só consegui beber 6 copos de vinho, mas o que conta é a intenção. Fui para baixo para a LindoVerde, e chego á entrada com uma garrafa de mini na mão, e o Manel dos Anjos começou-me a f*der a cabeça por trazer bebidas de outro sítio, mas em relação a isso tou à vontade, até porque certas e determinadas pessoas que andam a tirar enfermagem no POrto, vão para o café beber àgua das pedras comprada na tasqua de Parada.... O resto da noite não posso contar, porque tava de sandálias nessa noite, e a partir do momento em que a minha intimidade é invadida, não faço comentários.

Ainda tinha bué de cenas pa contar, mas tenho de ir ver o que é jantar.... Jão cuidado com os putos a ver porno na internet....

Um beijo para aquela pessoa que consegue olhar para mim e para as minhas atitudes, e ainda assim ver algo de positivo....




2 Comentários:

Às terça-feira, agosto 08, 2006 10:11:00 da manhã , Blogger Gabriel disse...

epah... é assim, não vamos agora dizer que tu às vezes não metes um bocadinho de "escrotorário"... não é? mas pronto... és um gajo que até podia mt bem tar aqui mais na zona, ou eu aí... e íamos sair os dois de sandálias. quem sabe? Amorim, se não tens sandálias compra. ... "Sandálias"... quem não tem umas? :) Ainda hei-de dedicar um post às sandálias...

 
Às terça-feira, agosto 08, 2006 10:26:00 da manhã , Blogger Amoretto disse...

JDF és um merdas... ia-te convidar para uma festança, mas tu fugiste prá terra onde D.Dinis mandou semear o pinhal! isto é pra duros amigo... agora "ai e tal a faixa de gaza..." o que é isso? isso são balelas...!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial